Skip to main content
COVID-19:

Linha para a Descarbonização e Economia Circular

Linha para a Descarbonização e Economia Circular

A Linha de Crédito para a Descarbonização e Economia Circular visa facilitar o acesso ao financiamento bancário em condições mais favoráveis para as Empresas que apostam no desenvolvimento de projetos sustentáveis.

Características

Banco Português de Fomento.

Micro, Pequenas e Médias Empresas (PME) promotoras de Iniciativas de investimento nos domínios da Eficiência Energética e da Economia Circular.

Até 12 meses após a abertura da linha, podendo este prazo ser prorrogado por períodos de 6 meses exceto se a dotação se esgotar antes.

100 milhões de euros.

2.000.000 euros.

Até 10 anos, após a contratação da operação.

Até 2 anos, após a contratação da operação.

Até 24 meses após a data de contratação.

Até 80% do capital em dívida. Comissão de Garantia até 1% com bonificação integral pelo Banco Português de Fomento.

Até 3,50%

  • Taxa variável: Euribor (1, 3, 6 ou 12 meses) com o valor mínimo de zero, acrescida de um spread até ao limite referido acima;
  • Taxa fixa: Taxa swap da Euribor para o prazo correspondente, acrescida de um spread até ao limite referido acima.

A taxa swap será a divulgada na página da Intercontinental Exchange (ICE), em https://www.theice.com/marketdata/reports/180, reportada ao fixing das 11h do 2º dia útil anterior à data da contratação.

Os juros serão bonificados pelo Banco Português de Fomento até 1,5% e serão liquidados postecipadamente, de acordo com a periodicidade das amortizações de capital.

  • Substituição de equipamentos existentes por outros mais inovadores, modernos e eficientes;
  • Investimentos em fontes renováveis para autoconsumo no processo produtivo ou em estratégias circulares para qualquer fase do ciclo de vida do produto/serviço;
  • Implementação de dispositivos de monitorização, de controlo e atuação que permitam otimizar as condições de uso, consumo de energia e consumos de matérias-primas;
  • Reformulação e integração de processos, com vista a aumentar a eficiência na utilização de recursos;
  • Para as CAEs do setor do Turismo são ainda elegíveis as intervenções na envolvente opaca e envidraçada dos edifícios, com o objetivo de reforçar o isolamento térmico e melhorar a eficiência energética.

Não são aceites ao abrigo da presente linha de crédito as operações que se destinem a outros fins, nomeadamente:

  • Operações que se destinem à reestruturação financeira e/ou impliquem a consolidação de crédito vivo, nem operações destinadas a liquidar ou substituir, de forma direta ou indireta, ainda que em condições diversas, financiamentos anteriormente acordados com o Banco;
  • Operações destinadas à aquisição de ativos financeiros, terrenos, imóveis, viaturas e bens em estado de uso.

Para saber mais informações, contacte o seu gestor ou o seu balcão.

Todas as propostas serão objeto de análise e decisão de risco de crédito por parte do novobanco, sendo a decisão de bonificação da entidade garante.

A presente informação não constitui uma proposta comercial e não dispensa a consulta do Documento de Divulgação da Linha.

Linhas especiais de apoio ao investimento